Blog da Crédito Folha

Posso fazer mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo?

Ao contrário do que se pensa, não é apenas o setor público que possui as vantagens da modalidade do crédito consignado. O Empréstimo Consignado Privado, regulamentado pela Lei nº 10.820 de 2003, facilitou o acesso ao crédito de empregados contratados em regime de CLT, com as parcelas sendo descontadas diretamente da folha de pagamento do funcionário das empresas conveniadas.

Vantagens

  • Menores taxas de juros do mercado;
  • Facilidade de pagamento – feito com descontos diretamente da folha salarial;
  • Liberação de crédito mesmo para pessoas com inadimplência, são algumas das várias vantagens do crédito consignado.

Veja também: Como é feito o cálculo de empréstimo consignado para funcionários

Nos últimos anos houve um aumento de procura por esta modalidade de empréstimo, até para poder enfrentar o momento de crise financeira pelo qual o país passou. Em 2017, 1.156.203 novos contratos de crédito consignado foram assinados apenas nos primeiros seis meses do ano.

Com o aumento da procura, surgiram também algumas dúvidas sobre as regras sobre a modalidade. Afinal, é possível ter mais de um contrato de empréstimo consignado ao mesmo tempo?

cta-ebook-guia-completo-do-emprestimo-consignado

Empréstimos simultâneos

A resposta é sim. É possível fazer mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo. Inclusive, uma resolução feita pelo INSS em outubro deste ano, permite que aposentados e pensionistas do INSS possam fazer até nove contratos concomitantes. Antes poderiam ser feitos apenas seis empréstimos ao mesmo tempo.

De olho nas regras e no orçamento

Entretanto, isso não quer dizer que o contratante poderá contratar empréstimos consignados de qualquer maneira. O contratante ainda deve ficar atento aos limites impostos pelas instituições financeiras para não sobrecarregar o orçamento.

Isso porque as regras relativas ao limite de contratação do crédito permanecem valendo. Isto quer dizer que as instituições financeiras estabelecem que o valor liberado deve obrigatoriamente obedecer a um teto de até 35% da remuneração ou benefício do contratante do empréstimo consignado.

Entretanto, é importante frisar que além desse limite de 30% da remuneração mensal, há mais 5% de margem que são destinados única e exclusivamente para o pagamento das dívidas de cartão de crédito.

Ou seja, por segurança, o cálculo de quem pretende pegar um empréstimo é de no máximo 30% de comprometimento da remuneração mensal.

No caso das empresas, o valor descontado mensalmente da parcela do financiamento mais os descontos voluntários – como plano de saúde e farmácia – não poderão exceder 40% da renda.

Para múltiplos empréstimos, o valor total dos contratos, de todas as instituições financeiras, também não pode ultrapassar esse limite.

A regra existe para impedir que aconteça o endividamento excessivo das famílias. Até porque, o grande motivo pelo qual os juros do consignado são mais baixos que os da concorrência está na segurança que o Governo Federal e instituições financeiras têm em receber os pagamentos desse crédito, através do desconto diretamente na remuneração desses beneficiários.

Em resumo

É possível sim, fazer mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo. Aliás, é permitido fazer até nove contratos simultâneos. Entretanto, o valor total, somando todos os contratos feitos, não pode passar os 30% de comprometimento da remuneração do contratante.

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.